Quarta-feira, 27 de outubro de 2021
informe o texto

Notícias | Cidades

Secretário quer 80% da população de VG com imunização completa até fim de outubro

09 Out 2021 - 14:06

Wesley Santiago - olhardireto

O secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo Barros, crê que o município deve chegar aos 80% de cobertura vacinal até o fim de outubro. Com a segunda dose avançando, o gestor pontua que será possível, inclusive, descentralizar a aplicação na cidade. Para a primeira dose, a intenção é chegar a 92% das pessoas imunizadas até o dia 31 deste mês. De agosto para setembro, o número de óbitos teve uma redução de 87%.

Leia mais:
Várzea Grande começa a aplicar dose de reforço em idosos acima de 60 anos e profissionais da Saúde
 
“Até 31 de outubro, nosso planejamento, desde o início da campanha, é de chegar a 80% das pessoas imunizadas com as duas doses da vacina. Além disto, queremos alcançar também os 92% da população com pelo menos a primeira dose”, disse o secretário ao Olhar Direto.
 
Para que se tenha uma ideia da importância da vacinação, em setembro deste ano (de 1º a 30), já com a vacinação bastante avançada, Várzea Grande teve 856 casos confirmados de Covid-19. Neste período, foram registrados quatro óbitos em decorrência do coronavírus. 763 se recuperaram da doença e apenas 22 estavam internados.
 
Em comparação, um mês antes (agosto), foram confirmados 1.758 casos da Covid-19 e 31 óbitos. Sendo assim, a redução de agosto para setembro foi de 50% e 87%, respectivamente. Os dados constam no Painel da Covid, da Secretaria Estadual de Saúde (SES).
 
Com a chegada neste índice, o secretário explica que a Prefeitura irá começar a estudar a descentralização da vacinação para as unidades básicas de saúde. “Essa vacinação será inserida no calendário anual. No nosso planejamento, precisamos ganhar a confiança da população, para que levemos para unidades básicas de saúde porque isto deve ser um rito anual”.
 
“Caminhamos até hoje sem qualquer denúncia de fura-fila aqui, o que aconteceu em vários lugares do país. Temos um controle preciso disto. Se alcançarmos estes índices citados, podemos sim descentralizar a partir de novembro”, acrescentou o secretário.
 
A chegada nestes índices possibilitará também que a Prefeitura comece a pensar na terceira dose (reforço) da vacinação contra a Covid-19. Na quarta-feira (6), a Prefeitura iniciou a aplicação em idosos acima de 60 anos e profissionais da saúde que já haviam tomado a segunda dose há mais de 180 dias.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet